Advogada, Escritora, Ativista Cultural, Natural de Santo André, Estado de São Paulo. Acadêmica, Cadeira n. 43 - Academia Nacional de Letras Portal do Poeta Brasileiro - ANLPPB www.anastoppa.prosaeverso.net

14
Abr 13

Labirintos


Densas lágrimas

Lembranças reviradas

Retrocesso

Agonia

 

Silêncio mortal

Paredes mudas

Velas apagadas

Vazio

 

Saudade que  ecoa

Por todos os poros

Porto de dor

Nostalgia

 

Plangente rotina

Rasgos profundos

Escura solidão

Decepção

 

Espinhos acesos

Lanças mortais

Abundantes  ais

Banais

 

Fuga  pedida

Alma perdida

Paz escondida

Feridas

 

Ecoam os gritos

Angustiante lida

Vida Acuada

Nada...



Ana Stoppa

publicado por Ana Stoppa, Escritora Brasileira. às 01:46

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Abril 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

17
19
20

26
27

28
29
30


subscrever feeds
arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO