Advogada, Escritora, Ativista Cultural, Natural de Santo André, Estado de São Paulo. Acadêmica, Cadeira n. 43 - Academia Nacional de Letras Portal do Poeta Brasileiro - ANLPPB www.anastoppa.prosaeverso.net

10
Mai 13


 


Mãe, Amor Eterno.



Na saudade que faz densa a alma

Sinto mãe tua voz serena e calma
Vejo-me  criança em teus braços
Quanta falta me faz o teu abraço!
 


Teu sorriso mãe, era  estrela guia
Onde  trevas se faziam luz do dia
Nas lágrimas  a tua palavra amiga
Encorajava-me dizendo  prossiga!

 

Quantas vezes busquei teu ombro
Sentindo a   alma entre escombros
Bastava  mãe  teu olhar abençoado
Para sentir-me por inteiro apoiada

 
Entendias  sabiamente meu silêncio
Tanto carinho teu coração revelava
Quando nas vias escuras do  pranto
Reacendias  as estrelas do encanto

 

Busco nas lembranças tua imagem
Tua força,  teu amor, tua coragem
Hoje fé renovada através da prece
Porque amor de mãe jamais fenece!


Ana Stoppa

 

 

 

 

 

Nota da Autora:Minha querida mãe Aparecida Bonfanti Stoppa aos

                     27.04.2013 retornou para a casa do Pai Celestial.

publicado por Ana Stoppa, Escritora Brasileira. às 10:06

CorretorEmoji

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.


Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
14
15
17
18

19
23
24
25

26
27
28
29
30
31


subscrever feeds
arquivos
mais sobre mim
pesquisar
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO